Início » Feiras 📢 » Feira Nacional da Reforma Agrária 2020 – Inscrição e Programação

Feira Nacional da Reforma Agrária 2020 – Inscrição e Programação

Festas são momentos de comemoração e de celebração para várias coisas, seja um aniversário, uma promoção no trabalho, um título do time do coração, sempre é bom reunir as pessoas que gostamos para dividir esses momentos. Seja para dançar, cantar ou celebrar a vida, os brasileiros são conhecidos por fazer as melhores comemorações da América, mas não é só por isso.

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) promove uma festa diferente, com o objetivo de lembrar da luta dos agricultores que tentam continuar plantando e vivendo sem uma terra fixa. Essa comemoração é conhecida como a Feira Nacional da Reforma Agrária 2020, confira abaixo algumas informações sobre esse momento de manifesto e união do povo:

Feira Nacional da Reforma Agrária

Histórico

Uma variedade de produtos e sotaques invadiu São Paulo, no Parque da água Branca, com a 1ª Feira Nacional da Reforma Agrária, em outubro de 2015. Eram centenas de agricultores de todas as regiões que mostraram a diversidade brasileira no campo, seja com açúcar mascavo, café, farinha, arroz, feijão, rapadura, mel, leite, castanhas, melados, frutas, queijos e até cachaças.

A Feira foi organizada pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e teve, além de muita comida boa, atividades culturais, shows e uma praça de alimentação recheada com comidas típicas de várias regiões.

A intenção, de acordo com o dirigente nacional do MST, é mostrar que o Brasil é um país que tem um povo que luta todos os dias para ter uma terra. A ideia da festa em si é mostrar que o MST não é só conflito, mas também produção. É levar aos consumidores o debate sobre o solo, sobre a qualidade dos produtos plantados, etc.

De acordo com os organizadores, a primeira edição da festa reuniu 800 produtos de todos os estados e vendeu quase 200 toneladas de produtos. Com grupos vindos de todos os lugares do Brasil, a Feira também é uma espécie de união do povo sem-terra, que precisa se unir cada vez mais para assegurar um lugar ao sol.

Não se esqueça de conferir o calendário de feiras de 2020 que preparamos para te ajudar a saber o que fazer em sua cidade no próximo ano. Use a barra de pesquisa do site para aprimorar a sua busca e saber quais são os eventos que melhor se adequam ao que quer fazer e seu orçamento e localização de preferência.

Feira Nacional da Reforma Agrária 2020

Próximas edições

A Feira Nacional da Reforma Agrária está prevista para acontecer, de acordo com o site do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra, no mês de maio de 2020 em São Paulo. Agora, por determinação de uma lei proposta pelo vereador Jair Tatto (PT), o evento que reúne agricultores e produtos orgânicos do Brasil inteiro, será realizado obrigatoriamente, assim como carnaval, Virada Cultura ou Bienal do Livro, por exemplo.

A medida precisou ser tomada depois que o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), não liberou a estrutura do Parque da Água Branca, na Zona Oeste da capital paulista. De acordo com a nota, Doria justificou que o parque não era capaz de receber o evento por não comportar tantas pessoas.

Para saber quando a feira de alimentos deve acontecer, você pode ficar ligado nas redes sociais do MST ou também no site, pelo link: http://www.mst.org.br/.

Cultura e Manifesto

Além das toneladas de alimento comercializados, a Feira Nacional da Reforma Agrária também lembra da luta ideológica dos trabalhadores por meio da cultura. Já deixaram a marca na festa os cantores Chico César, Zé Geraldo, Cacique e Pajé, Pereira da Viola, Martinho da Vila, Ana Cañas, Otto, e muito mais.

Durante os shows, os artistas sempre aproveitam para deixar seu recado à população sobre a importância da democratização da terra que dá certo e que ainda é capaz de produzir alimentos saudáveis, respeitando a terra, a natureza e os trabalhadores.

Tem preço? Quanto (não) custa?

Conforme os valores do MST, a entrada na feira é gratuita e qualquer pessoa pode entrar e conferir as ofertas e os alimentos oferecidos ali. A intenção é promover um momento de cooperação entre as pessoas, além do debate da causa dos agricultores.

Por conta disso, o valor cobrado nos alimentos também não é tão alto e vale lembrar que o custo volta diretamente ao produtor, que usará o dinheiro para continuar seus trabalhos.

Se você também está pensando que os shows tem custo, fique tranquilo, é tudo gratuito. Os artistas se oferecem para fazer os shows em prol do MST e da democratização das terras do Brasil.

  • OUTROS EVENTOS EM 2020

Comente